Itinerantes

Formas Fórmulas

A exposição Formas & Fórmulas mostra como imagens e conceitos da Geometria e da Álgebra interatuam e se completam, ligando fórmulas matemáticas com modelos geométricos, com objetos de uso comum e com formas de arquitetura.

O evidenciar de linhas e superfícies matemáticas e as suas múltiplas visualizações permite criar novos elementos e novas formas, potenciando outras relações e outras visões, concretamente com a Arte.

Esta exposição dá assim uma nova dimensão à célebre observação de Lagrange, com mais de duzentos anos: “Enquanto a Álgebra e a Geometria estiveram separadas, o seu progresso foi lento e o seu uso limitado; mas uma vez que estas ciências se uniram, elas deram uma à outra um apoio mútuo e rapidamente avançaram juntas para a perfeição” Lagrange, 1795.

Mais informações sobre a exposição e o respetivo catálogo em http://www.formas-formulas.org.

 

José Sebastião e Silva - O Cientista e o Professor

José Sebastião e Silva, o mais influente e original matemático português do século XX, foi autor de trabalhos científicos de repercussão internacional, muitos dos quais contribuiram para novas linhas de investigação, em particular na Análise Funcional. No seu percurso como professor preocupou-se sempre em refletir sobre o que se ensina e como se ensina. Tanto a nível superior como não superior desempenhou um papel determinante na reformulação e renovação do ensino da Matemática.  
Universidade de Lisboa comemorou o centenário do seu nascimento, no dia 12 de dezembro de 2014, com várias iniciativas em colaboração com outras entidades durante o ano letivo de 2014/2015.

 

 

Esta mostra, de caráter itinerante, é composta a partir de elementos da exposição do centenário de José Sebastião e Silva, organizada pela Universidade de Lisboa, integra ainda um módulo digital e é promovida em parceria com a Sociedade Portuguesa de Matemática.(Exposição itinerante a cargo da SPM)

Conheça a exposição

Ficha técnica:

Projecto Comissão da ULisboa para o centenário de José Sebastião e Silva:
José Francisco Rodrigues, CMAF / F. Ciências — Isabel Faria, I.S. Agronomia
Suzana Nápoles, F Ciências — Henrique Guimarães, I. Educação
João Teixeira Pinto, I S Técnico — Anabela Teixeira, Museus/MUHNAC
Design gráfico Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
Módulo digital Anabela Teixeira, Museus/MUHNAC — Jaime Carvalho e Silva, U. Coimbra
Impressão Martins Lemos Audiovisuais, Lda.
Produção Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa & Sociedade Portuguesa de Matemática, outubro 2014

Matemática em Jogo

O Departamento de Matemática da FCUL e o Centro Cultural de Belém apresentaram a exposição "Matemática em Jogo" que teve lugar pela primeira vez no CCB de 3 de novembro a 3 de dezembro de 2006.

Agora como exposição itinerante, poderá ser solicitada ao DMFCUL.

A exposição contou com uma parte histórica, em que se exploravam alguns dos jogos de estratégia, que não envolvem azar, que acompanham a humanidade desde tempos imemoriais até aos nossos dias.
Foram apresentados alguns exemplares antigos e notáveis destes jogos, bem como algumas réplicas em pedra de jogos mais antigos, onde os visitantes puderam jogar. Houve, além destas, tabuleiros e material diverso para jogar outros jogos apresentados, cujas regras estiveram à disposição.
A exposição terminou com a apresentação de alguns jogos implementados em computador, pondo em evidência aquilo que a informática veio trazer de novo a uma atividade tão antiga. Para além disso, foram postas em evidência algumas ligações inusitadas entre a matemática e estes jogos, para além da simples proximidade entre o pensamento estratégico e o pensamento matemático.
Houve também lugar a visitas guiadas a escolas e famílias, num total de 6939 visitantes.

Organização

Apoios

Visita Virtual 

(clique nas imagens para aumentar)

 Jogos Ancestrais

 

Jogos Medievais

Rithmomachia

Paciências Famosas

 

Jogos e Matemática

Jogos de Campeonato e de Computador

   

Património da exposição "Matemática em Jogo"

38 painéis
2 tabuleiros de alquerque e 2 tabuleiros de moínho em pedra, e respetivas pedras de jogo (12+12 para cada alquerque, 9+9 para cada moínho).
2 kits de jogos do Campeonato de Jogos Matemáticos.
Tabuleiros de Pontos e Quadrados e de Hex, em papel A4, para fotocopiar e pôr à disposição dos visitantes.
Links para jogar online, disponíveis aqui. Deve haver computadores no local da exposição, apontados para este site, para os visitantes poderem jogar online.
1 jogo de tangram e 1 jogo de solitário.

O Cálculo de Ontem e de Hoje

A exposição "Cálculo de ontem e de hoje" pretende proporcionar uma viagem no tempo, mostrando diferentes ferramentas de cálculo que o homem foi concebendo para fazer as contas do quotidiano e se libertar dos cálculos morosos. Tem como objectivo fazer repensar a importância da quantificação e o papel da aritmética no dia-a-dia, destacando a sua presença nos objectos tecnológicos que usamos.

Visite a nossa EXPOSIÇÃO VIRTUAL!

Pedras que jogam

Os jogos, para além de terem sido, ao longo de milénios e em todas as culturas, fonte de prazer, interesse e fascinação, constituem uma actividade cultural muito séria. Na antiguidade, por exemplo, os jogos estavam longe de se destinar a crianças. Jogar era uma actividade de adultos. Só muito mais tarde os jogos se misturaram com os brinquedos.

Visite a nossa EXPOSIÇÃO VIRTUAL!

Sombras do tempo

“Os Relógios de Sol e a Matemática” é uma exposição itinerante que pretende evidenciar a presença da Matemática na construção dos relógios de Sol. Ao documentar fotograficamente alguns dos magníficos exemplares existentes no nosso país, pretende também contribuir para a divulgação do rico património nacional em relógios de Sol e alertar para o abandono a que muitos têm sido votados no decurso das últimas décadas. Esta exposição é uma iniciativa do Projecto Matemática em Acção do Centro de Matemática e Aplicações Fundamentais da Universidade de Lisboa em colaboração com o Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Visite a nossa EXPOSIÇÃO VIRTUAL!