Exposições Anteriores

The Eagle Has Landed - Viagens à Lua

Imagem ilustrativa das Exposições "The Eagle Has Landed - Viagens à Lua" e "E3 - Einstein, Eddington e o Eclipse"

A exposição comemora o meio século da alunagem da Missão Apollo 11. O momento em que, pela primeira vez, um ser humano pisou a superfície da Lua é aqui abordado de uma forma integrada, sob o signo dos nossos três tempos clássicos: passado, presente e futuro.

Esteve patente ao público de 19 de dezembro de 2019 a 17 de fevereiro de 2020.

Mais informações

 

 

Empty space of the Unknown / Nothing Is Right Now

Exposição "Empty space of the Unknown / Nothing Is Right Now"

A exposição é o resultado final de uma residência artística de Katrin von Lehmann no SAP Lab (Science-Art-Philosophy Laboratory do Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa (CFCUL)), da qual fez parte uma série de conversas entre a artista e um pequeno grupo constituído por Investigadores da Ciência e da Filosofia, que se reuniu, em Ciências ULisboa, uma vez por semana num total de cinco sessões, em torno de um tema fundamental: os processos criativos e as práticas de experimentação em Ciência.

Baseado nesses encontros, Katrin von Lehmann continua assim o seu projeto (Part 3) que consiste numa pesquisa sobre o desenho usando o método artístico de experimentação.

A artista tem já um longo percurso de trabalho com cientistas, tendo realizado residências na Alemanha (Observatório Meteorológico Lindenberg 2009, e Max-Planck-lnstitute of History of Science, Berlin 2012, 2013), na Noruega (Geophysical lnstitute Bergen 2014, 2015 e Max-Planck-lnstitute of Molecular Genetics 2012-2016) e também em Portugal (Universidade dos Açores, Departamento de Oceanografia e Pescas 2018).

Esteve patente ao público de 07 a 15 de novembro de 2019.

Mais informações

 

 

Cartografia histórica da Lua - Nos 50 anos da Apollo 11

Exposição "Cartografia histórica da Lua - Nos 50 anos da Apollo 11"

Exposição comemorativa dos 50 anos da primeira pegada humana na Lua (Apollo 11), dos 60 anos das primeiras imagens da face oculta da Lua (Luna 3) e dos 410 anos dos desenhos iniciais realizados com o auxílio do telescópio (Thomas Harriot e Galileu Galilei).

Esteve patente ao público de 25 de junho a 31 de outubro de 2019.

Mais informações

 

 

Papel, Dobragens e … Matemática

Exposição “Papel, Dobragens e … Matemática”

O que é a dobragem? Só uma série de vincos?

O que é o papel? É bem conhecido. Todos o conhecem.

O que é Matemática? Há quem diga que a conhece, mas realmente não. Há quem não queira confessar, mas realmente sente a Matemática.

Para mim Matemática é um modo de pensar, uma maneira de ver o mundo, um caminho para compreender o universo, uma estrada real para quem quiser compreender.

Dobragens = Construções, Papel = Plano, Matemática = Matemática e juntos criam um “triângulo equilátero” muito importante para mim. Estes três “países” que marcam o triângulo guiam as minhas obras. Uma ideia de Matemática é realizada pela Dobragem no Papel. As minhas obras são como paisagens vistas dentro deste triângulo.

Os poliedros regulares dão uma estrutura básica e uma simetria de forma. Os vincos e as espirais transformam as folhas planas de papel em formas espaciais, que se juntam só com forças de elasticidade e de fricção do papel. Estas formas, ou módulos, têm partes para combinar os módulos e partes desenhadas, as quais na obra finita criam um padrão único de superfície às vezes descendo ao interior.

As minhas obras são diferentes. Há obras abstratas como beleza pura. Algumas têm formas orgânicas. E são como formas orgânicas: vivem e combatem contra forças exteriores. Outras ficam entre a ordem da estrutura geométrica e o caos da dobragem. Mas todas são criadas com paixão!

Krystyna Burczyk

Esteve patente ao público entre 19 de setembro e 20 de dezembro de 2018.

Mais informações

 

 

Pintores e Escultores de Ciências

Inauguração da Exposição "Pintores e Escultores de Ciências"

A exposição apresenta obras de pintura e de escultura da autoria de membros da comunidade de Ciências, estando patente ao público a partir de 19 de abril de 2018.

Anca-Maria Toader, António Bivar, Cristian Barbarosie, Ilda Perez, Filipe Duarte Santos, Manuela Perdigão, Maria Cristina Nunes Resende, Maria Teresa de Lemos Monteiro Fernandes, Suzana Nápoles e Vera Lopes aplicaram o seu talento para além da ciência e são os artistas cujo trabalho pode ser apreciado nesta exposição.

Esteve patente ao público entre 19 de abril e 31 de julho de 2018.

Mais informações

 

 

Olhar Ciências

Olhar Ciências

A exposição retrata aspetos do quotidiano da Faculdade de Ciências. Através de suportes variados, da fotografia às aguarelas e aos desenhos de membros do grupo Urban Sketchers, regista de forma impressionista o dia a dia de todos os que a “habitam” - estudantes, docentes, investigadores e funcionários. Capta, recriando-os, ambientes de sala de aula e de laboratório, incluindo instrumentos e espécimes, mas também espaços interiores e exteriores, de circulação e de lazer.

Esteve patente ao público entre 11 de outubro e 31 de dezembro de 2017.

Mais informações

 

 

Céu e Mar

Exposição de fotografias astronómicas e subaquáticas por Pedro Ré.

Esteve patente ao público entre 15 de dezembro de 2016 e 30 de abril de 2017.

Mais informações

 

 

Livros de Ciências, Ciências em Livros

Livros de Ciências, Ciências em Livros

Uma outra face de Ciências, numa exposição patente ao público entre 14 de outubro de 2015 e 29 de fevereiro de 2016.

Mais informações

 

 

Outros Eventos