Conferências CIUHCT

Planeamento familiar e o “problema da população” em Goa, c.1920-c.1977

Sala 8.2.39, FCUL, Lisboa
Planeamento familiar e o “problema da população” em Goa, c.1920-c.1977

Este paper analisa a reformulação das questões de população em Goa, em face da integração geográfica e política deste território na Índia em Dezembro de 1961 e das transformações económicas e sociais que se lhe seguiram. Defende-se aqui que estas mudanças envolveram também uma transformação nas “políticas da vida” (‘politics of life’), no contexto dos novos valores, necessidades e objetivos que constituíam a ideologia e programa nacionalista indianos, aos quais Goa chegava com catorze anos de atraso (a independência da Índia Britânica deu-se em 1947). Adota-se aqui a definição de “política da vida” segundo Didier Fassin: “não apenas uma questão de governamentalidade e tecnologias mas também de significados a valores”.[1] Ou seja, considera-se que o programa de planeamento familiar do governo central da Índia não se limitou apenas a introduzir em Goa técnicas contracetivas e a legalização da prática do aborto (rejeitadas durante o período de soberania portuguesa), como meios de controlo e disciplina da reprodução dos indivíduos, acompanhadas de estratégias educativas destinadas à sua inculcação como uma necessidade individual e coletiva. Esse programa, os seus métodos e as técnicas que preconizava implicavam uma exceção ao carácter inviolável da vida, que dominara os raros debates sobre métodos contracetivos durante o período de administração colonial portuguesa. Estas mudanças materializaram-se em novos instrumentos de regulação governamental da reprodução, legitimados por um discurso sobre o melhor interesse dos indivíduos, a sua saúde (especialmente a saúde das mulheres e das crianças), bem como sobre a sua responsabilidade para com o bem comum. O programa de planeamento familiar ancorava-se (e ancora-se ainda) em princípios de desenvolvimento económico e social, tornando as questões de controlo da população inseparáveis de questões de saúde e bem-estar. Nesta política programada e em larga medida controlada pelo governo central, a necessidade de corresponder ao equilíbrio, por vezes tenso, entre local e nacional tornou-se evidente, sugerindo que, em alguns aspetos, as imposições pós-coloniais podiam ser tão intrusivas como as coloniais.

[1] Didier Fassin, ‘Another politics of life is possible’, Theory, Culture & Society, 2009, 26(5): 44-60 at 44.

Nota biográfica: Mónica Saavedra é antropóloga e trabalha em investigação nas áreas da antropologia médica e da história da medicina em Portugal e em Goa, Índia. Desenvolveu pesquisa sobre as vacinas e a vacinação no Portugal contemporâneo e sobre o controlo e a eliminação da malária neste país. A sua tese de doutoramento deu origem ao livro A Malária em Portugal: Histórias e Memórias, publicado em 2014 pela Imprensa de Ciências Sociais. Presentemente, Mónica Saavedra encontra-se a trabalhar num livro sobre as políticas de saúde e a história dos cuidados de saúde primários em Goa, Índia, no século XX.

18h00
CIUHCT - Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia
CIUHCT

Inês Correia Bagulho defende a dissertação "Reference Tissue Normalization of Prostate MRI with automatic Multi-Organ Deep Learning Pelvis segmentation".

Por Vitor Nunes (Fannie Mae, USA).

Bárbara Velasco Anes defende a tese "Desafios Químicos e Metrológicos da Alcalinidade Oceânica".

Campanha de Solidariedade do Natal aos Reis

Os Serviços Centrais da ULisboa promovem, entre os dias 17 de dezembro e 08 de janeiro, a Campanha de Solidariedade do Natal aos Reis.

Diogo Afonso Carocho de Sousa Costa defende a dissertação "Deteção e caracterização de comunidades em redes de telecomunicações".

Curso de Persuasão e Influência

O curso terá uma abordagem bastante prática e num ambiente informal, com conteúdos aplicáveis no dia a dia e contando ainda com feedback individual.

Serão focados 5 temas:

Cláudia Alexandra Cerqueira Fernandes defende a dissertação "A influência da presidência de Trump sobre as séries financeiras americanas".

Raquel Ramos Martins defende a dissertação "Modelos de Notação de Risco de Crédito - Rating de Empresas".

Marco António de Sousa e Silva dos Santos Mendes defende a tese "Deformations of Legendrian Curves".

Conferências CIUHCT "A Expurgação da Ciência e a Ciência das Expurgações"

Através da publicação periódica do Index Librorum Prohibitorum e de visitas a navios, livrarias e bibliotecas, a Inquisição controlava a venda, posse e leitura de obras proibidas no império português.

Isa Maria Nunes de Matos defende a tese "Gene expression regulation in allopolyploid fish".

Aula proferida pelo Presidente da MULTICARE, Rogério Henriques.

Introdução pelo Diretor de Ciências ULisboa, Luís Carriço, seguida de debate com:

Com o objetivo de assinalar o Ano Europeu do Património Cultural 2018, a Academia de Ciências de Lisboa acolhe o colóquio Matemática e Património Cultural.

Iara de Almeida Ivo defende a dissertação "Optimizing Miniature Electrodes and Current Approaches to EEG Analysis".

André Filipe Neves Vieira defende a dissertação "Solução integrada de suporte ao IT alavancado no paradigma do New IT".

Por Harbir  Antil (George Mason University).

Um Natal fora da Terra

Por Pedro Machado (IA e Ciências ULisboa).

Candidaturas 2019/2020 - Programa Erasmus +

De 1 a 31 de dezembro, candidata-te a um período de estudos ou estágio.

Cursos Avançados cE3c 2018/2019

The objective of this course is to introduce participants to the details of communication and writing scientific publications. The main emphasis is on the most common form, the “primary scientific paper”, but other forms will be covered.

Por Juha Videman (CAMGSD, Instituto Superior Técnico).

Marte 2030 - Ciclo de conversas com os pés assentes em Marte

Por Nuno Santos (IA/Faculdade de Ciências da Universidade do Porto) e Ricardo Louro (ITQB-NOVA).

Inscrições mediante envio de formulário de inscrição preenchido, acompanhado de comprovativo de pagamento, até 04 de janeiro de 2019 para

Cursos Avançados cE3c 2018/2019

This course introduces the field of island biogeography, a discipline that has long influenced other research areas such as macroecology, community ecology, evolution and conservation biology.

FameLab Portugal - Eliminatória regional da Faculdade de Ciências

Eliminatória regional de Lisboa - Pavilhão do Conhecimento / Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa | Candidaturas até 21 de dezembro de 2018.

Natural History Collections and Biodiversity

Natural history museums are privileged spaces for seminal research on different subjects of biological sciences such as biodiversity, evolution, ecology, biogeography and taxonomy.

Páginas