Condições de Participação

Condições de Elegibilidade

Alunos inscritos na Faculdade de Ciências que tenham concluído, no mínimo, o 1º ano completo do curso que se encontram a frequentar. Normalmente destinam-se a alunos de 1º e 2º ciclos, mas poderá ver-se caso a caso, a possibilidade de 3º ciclo.

Reconhecimento Académico

Os créditos obtidos durante o semestre/ano letivo na universidade de destino serão reconhecidos pela FCUL no regresso dos estudantes, desde que se encontrem contratualizados no plano de estudos e haja aproveitamento.

Caso haja alterações ao plano de estudos inicialmente estabelecido, o aluno deverá solicitar aos coordenadores respectivos (instituição de envio e de acolhimento) autorização para alterar o seu plano de estudos inicial.

Financiamento

A Universidade de Lisboa não oferece bolsas associadas ao programa de intercâmbio. Contudo, e regra geral, haverá isenção das propinas na instituição de acolhimento.

Propinas e Outros Encargos

No ano em que realiza a mobilidade, o estudante continua a pagar as respetivas propinas na FCUL.
As bolsas e os empréstimos nacionais a que o estudante tenha direito não devem ser cancelados ou suspensos, nomeadamente a bolsa dos Serviços de Acção Social da UL.

 

Preparação Linguística

Possuir conhecimentos básicos da língua materna do país onde vai viver durante alguns meses é essencial. Antes da escolha de uma possível universidade de acolhimento, deve verificar-se quais as competências linguísticas exigidas nessa instituição. Caso o candidato não possua o nível exigido, a sua candidatura pode não ser aceite.

 

Seguros e Cuidados de Saúde

Ao estar inscrito na Faculdade de Ciências da ULisboa fica coberto pelo seguro escolar durante a estadia no estrangeiro. Caso a instituição de acolhimento exija outras coberturas, deverá obtê-las, a título particular. Para ter direito a cuidados de saúde, dentro da UE, deve obter o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD). O CESD é um documento que assegura a prestação de cuidados de saúde aos beneficiários de um sistema de segurança social de um dos Estados da União Europeia, Espaço Económico Europeu (Islândia, Liechtenstein e Noruega) ou Suíça, que se deslocam temporariamente neste espaço.
Para mais informações: https://www.portaldocidadao.pt/web/direcao-geral-da-seguranca-social/cartao-europeu-de-seguro-de-doenca-da-seguranca-social

 

Aspetos práticos - viagem e alojamento

O estudante é responsável pela organização da sua estadia no que diz respeito às questões práticas que decorrem da mesma, como por exemplo: marcar as viagens, garantir alojamento, informar-se sobre condições da Instituição, seguros, vistos de entrada e de residência, cidade e país de destino (costumes, custo de vida, clima, etc.).

Muitas universidades oferecem opções de alojamento em Residências Universitárias ou serviços de apoio à procura de casa. Consultar a informação disponível na página web da Universidade de acolhimento; pedir ajuda a colegas que já tenham estudado nessa Universidade (alunos da FCUL ou alunos estrangeiros presentemente a estudar na FCUL); solicitar informação diretamente à instituição de acolhimento.