Comunicados da Direção de Ciências

Consulte nesta página os Comunicados da Direção de Ciências relacionados com o Funcionamento do Ano Letivo 2020/21 (os restantes Comunicados relativos à COVID-19 estão disponíveis aqui):

 

Despacho D/39/2020 (11/09/2020)

Considerando:

a) a “Recomendação às instituições científicas e de ensino superior para a preparação do ano letivo 2020/2021” emitida pelo Gabinete do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em 5 de agosto de 2020;
b) as Orientações conjuntas da Direção-Geral do Ensino Superior e da Direção-Geral da Saúde para Atividades Letivas e Não Letivas nas Instituições Científicas e de Ensino Superior - Ano Letivo 2020/2021;

ouvidos os Órgãos de Governo e o Gabinete de Segurança, Saúde e Sustentabilidade, aprovo a 5.ª atualização do Plano de Contingência Ciências-ULisboa - COVID-19, que mantém diversas restrições e condicionamentos e reforça as medidas de proteção que permitem cumprir os princípios base em que assentam as orientações para a preparação do ano letivo 2020/2021.

Nesse sentido:

1. Os princípios gerais que orientaram a preparação do ano letivo 2020/2021 foram os de garantir a presença de estudantes, docentes, não docentes, investigadores e outros colaboradores, respeitando as normas e medidas de prevenção e controlo da transmissão da COVID-19, nomeadamente, a utilização obrigatória de máscara, o distanciamento físico entre pessoas e a higienização das mãos e dos espaços.
2. As atividades letivas e não letivas presenciais são alvo de medidas concretas que contribuem para minimizar a propagação do vírus.
3. É limitada a lotação das salas de aula, o que obriga à utilização de diferentes modelos de lecionação:

i) Modelos Misto Não Presencial (MMNP);
ii) Modelo Síncrono Não Presencial (MSNP);
iii) Modelo Síncrono Alternado (MSA);
iv) Modelo Síncrono Presencial (MSP);

podendo as aulas funcionar em modelos presenciais, não presenciais e/ou mistos.

4. Os alunos que pertençam a grupos considerados de risco poderão solicitar a dispensa da frequência de aulas presenciais, todas ou em parte, mediante requerimento dirigido ao Diretor, comprovando essa condição mediante a apresentação de atestado médico.
5. Para os trabalhadores pertencentes a grupos considerados de risco, o Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março, na sua redação atual, prevê o regime excecional de proteção de imunodeprimidos e doentes crónicos, sendo necessário a apresentação de declaração médica que comprove a condição de saúde que justifica a sua especial proteção.
6. Para assegurar o funcionamento das unidades de serviço, poder-se-á recorrer a modelos de prestação de serviço previstos no regime que estabelece as medidas excecionais e temporárias de resposta à epidemia SARS-CoV-2.
7. São levantadas as seguintes restrições:

i) acesso aos edifícios, que passa a ser livre para a comunidade de Ciências, nos dias úteis das 8 horas às 20 horas, e sujeito a autorização nos períodos da noite e fins-de-semana e feriados;
ii) atendimento presencial, é retomado em todas as unidades de serviço;
iii) deslocações em serviço, deixam de estar sujeitas a restrições específicas, mantendo-se a obrigatoriedade do cumprimento das medidas de prevenção da COVID-19;
iv) visitas de estudo, podem ser realizadas nos termos melhor definidos no Plano de Contingência;
v) visitantes externos à ULisboa, desde cumpram as medidas de prevenção da COVID-19, aconselhando-se a vinda de visitantes apenas quando não seja possível a participação através de videoconferência;
vi) eventos, incluindo congressos, reuniões internacionais e exposições, podem realizar-se com autorização expressa do Diretor e com a indicação, por parte da organização do evento, de um elemento responsável pela implementação e acompanhamento das medidas de prevenção da COVID-19.

8. Qualquer membro de Ciências com sintomas associados à COVID-19 (tosse, febre e/ou dificuldade respiratória) ou que manteve contacto próximo com casos confirmados ou suspeitos de COVID-19, não deve aceder às instalações de Ciências sem antes confirmar que não existe risco para si nem para os outros, devendo para o efeito contactar a
Linha SNS24 (808 24 24 24) e ter essa confirmação.

Faculdade de Ciências, 11 de setembro de 2020

Luís Carriço

Diretor

 

Recomendações para o funcionamento do ano letivo 2020/2021 (09/06/2020)

Caros alunos, docentes, investigadores e funcionários não docentes e não investigadores,

Perante as incertezas sobre a evolução da situação pandémica, não é possível afirmar, de forma absoluta, a forma como irá decorrer o próximo ano letivo. Ciências tem em marcha uma discussão muito alargada sobre as metodologias de ensino que serão utilizadas e que permitam dar aos próximos semestres a normalidade "possível". Podem consultar a versão atual do documento no Portal de Ciências.

É já certo que, se nada mudar, no próximo semestre continuaremos a ter algumas aulas à distância. Estas aulas contribuirão para diminuir o risco de contágio, prioridade inquestionável na discussão em curso.

No entanto, estamos também a fazer todos os esforços para aumentar a proximidade entre alunos e docentes. Nos momentos em que as restrições de saúde o permitam, haverá certamente aulas presenciais.

Estas aulas serão definidas curso a curso, e irão privilegiar a prática experimental, elemento único do modelo de ensino de Ciências e de que tanto nos orgulhamos.

A adaptação a esta nova realidade obrigará a um esforço de todos, docentes e alunos. Contamos convosco para transformar as restrições a que estamos sujeitos em oportunidades de aprendizagem e experiência de vida.

Pel'a Direção,

Hugo Miranda