SAHFC-Pedro Nunes,Mercator e a Carta de Latitudes Crescidas

Conferências de Historia e Filosofia das Ciências

FCUL, Edifício C8, Sala 8.2.04
SAHFC

Por: Joaquim Gaspar (Pós-Doc, CIUHCT), Henrique Leitão, (SAHFC/FCUL)

Pedro Nunes, Gerard Mercator e a Carta de Latitudes Crescidas"

Resumo:

O método utilizado por Gerard Mercator para calcular a sua famosa projecção, no mapa-mundo de 1569 ―Nova et aucta orbis terrae descriptio ad usum navigantium emendate accomodata ―, iludiu os historiadores da Cartografia durante mais de um século. Em dois artigos recentes publicados na prestigiada revista Imago Mundi, Joaquim Gaspar e Henrique Leitão (CIUHCT) mostraram que a chave do enigma está na utilização das tabelas de rumo discutidas por Pedro Nunes c. 1540. Não só o método proposto é historicamente plausível e de uma simplicidade desconcertante mas também reproduz, como nenhum outro, a quadrícula original de Mercator. A solução do enigma passa, como é frequente em história da ciência, por conseguir recriar as circunstâncias históricas específicas que moldavam o problema técnico enfrentado pelo cartógrafo flamengo em 1569. Para tal, teve de se recuar ao ano de 1537, quando Pedro Nunes explicou pela primeira vez a diferença entre o arco de círculo máximo e a curva loxodrómica, e revisitar o aceso debate que este teve com um desconhecido bacharel português, o qual criticou o seu trabalho e calculou a mais antiga tabela de rumos que se conhece. Em seguida, houve que realizar uma análise cartométrica minuciosa da quadrícula original de Mercator e comparar os seus erros com aqueles que resultam do emprego dos vários métodos propostos na literatura, incluindo o uso de tabelas de rumos. O resultado parece indiscutível: Mercator utilizou uma certa tabela de rumos, precisamente aquela que é historicamente a mais plausível,  para construir a sua famosa projecção.

14h - 16h
Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências

Unidade curricular opcional de 2.º semestre, na qual se podem inscrever alunos de licenciatura, mestrado ou mestrado integrado de Ciências, e que surge de uma parceria entre a FCUL e o ISCTE-IUL.

Tipo de Evento Palestras/Conferências/Colóquios

Público Estudantes universitários

Evolutionary theory provides a framework for understanding all living systems. Nevertheless, throughout the 20th century, with a few exceptions, evolutionary biologists have “avoided” using evolution to address problems related to our own species.

Adilson Gracindo Cardoso Delgado defende o trabalho de projecto "Efeito antioxidante das framboesas – um estudo longitudinal".

De 20  a 26 de novembro, instituições científicas, universidades, escolas e museus abrem as portas, proporcionando ao público oportunidades de observação científica e de contacto pessoal com especialistas de diferentes áreas do conhecimento.

O principal objetivo desta iniciativa é a promoção da vertente internacional da FCUL através da divulgação dos Programas de Mobilidade internacional junto da comunidade discente.

As inscrições nos workshops são efetuadas em http://oficinaenergias.eventbrite.com/.

Há mais de 3800 anos que a Matemática fornece ferramentas que eventualmente permitiram descobrir a forma do mundo em que vivemos, que ajudaram a explorar outros mundos do nosso sistema solar e, mais recentemente, mundos noutros sistemas planetários.

Pedro Guilherme Antunes Lopes da Silva Nicolau defende a dissertação "Estimating the spatio-temporal variation of bird phenology using citizen science data".

Tipo de Evento Passeios Científicos

Público Alvo Público em Geral

André Filipe da Costa Marques defende a dissertação "Desafios na previsão de séries temporais financeiras: o caso da taxa de câmbio EUR/USD".

Durante o mês de novembro, o GAPsi vai organizar o ciclo Palestras no Outono, disponibilizando palestras com temáticas na área das Competências Transversais.

As inscrições nos workshops são efetuadas em http://oficinaenergias.eventbrite.com/.

esde 1987, o programa Erasmus já permitiu a mobilidade de mais de quatro milhões de estudantes do Ensino Superior, dos 33 países envolvidos neste programa. Alguns alunos do Departamento de Matemática vêm contar-nos como este programa mudou a sua vida.

O GPPQ vai organizar na tarde do dia 22 de novembro em Lisboa uma sessão de informação e debate para a divulgação das oportunidades de financiamento de I&I nos concursos 2018-2020 do Desafio Societal da Bioeconomia (DS2).

Tipo de Evento Portas abertas/Visitas a laboratórios

Público Alvo Estudantes do ensino básico e secundário

Por M. Tasinkevych (CFTC / FCUL).

Por Dr. Kenneth F Rijsdijk (Assistant Professor at the Biogeography and MacroEcology, BIOMAC, Research Group of the Institute for Biodiversity and Ecosystem Dynamics, University of Amsterdam)

As inscrições nos workshops são efetuadas em http://oficinaenergias.eventbrite.com/.

Tipo de Evento Palestras/Conferências/Colóquios

Público Público em Geral

Estes cursos breves, dirigidos aos alunos de licenciatura (e mestrado) em Biologia da FCUL, têm como objetivo complementar o seu plano curricular e a oferta já existente para este público-alvo, e decorrem sobretudo aos fins de semana e feriados para evitar sobreposição com

A Springer Protocols é a maior base de dados de métodos experimentais para as Ciências da Vida. Oferece informação pormenorizada sobre as técnicas e procedimentos necessários para repetir experiências laboratoriais.

Páginas